Exposição
Curadoria:
Pedro Faro / Hugo Dinis
Local da Exposição:
Oficina Cultural – Instituto Politécnico de Viana do Castelo
04.04.2019 // 29.08.2019

A convite da Oficina Cultural do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, o Atelier-Museu Júlio Pomar/EGEAC organiza a exposição Júlio Pomar: Da cabeça à mão, que inclui uma selecção de diferentes núcleos de desenho na obra do artista: bestiário, caveiras, auto-retratos, cavalos-alados, e as ilustrações para O Mundo Desabitado de José Gomes Ferreira e La Chasse au Snark de Lewis Carroll. Tendo como ponto de partida a prática do desenho, e aquilo que no desenho parece sempre ter interessado a Pomar, ou seja «a vitalidade da linha e a justeza da alusão», as obras escolhidas para a exposição permitem sublinhar a ideia de desenho enquanto pensamento, ou como, perguntaria o próprio artista, num dos vários textos que publicou sobre o tema, «penso, logo desenho»? Para Júlio Pomar, «olhar um desenho é pôr o olhar à escuta das sonoridades desse traço, do que ele diz, do que sugere, do que ele cala». É da relação entre a cabeça, que processa o que se vê, e a acção da mão sobre o papel, que se define um sinuoso e extasiante percurso, com surpresas e realidades subtis e sensíveis, da cabeça à mão e da mão à cabeça.